BIOGRAFIA-Maria Clara Machado

Blog de ulyssesdorego :PODE ENTRAR, BIOGRAFIA-Maria Clara Machado

Maria Clara Machado (1921-2001)

Quando falamos de infância, as primeiras lembranças que nos vêm à cabeça são aquelas que de alguma forma nos emocionaram. Sem dúvida nenhuma dentre tantos marcos, é na literatura onde encontramos a possibilidade de estabelecer sonhos e de deixar solta a nossa imaginação, fazendo com que tomemos parte daquilo que se está lendo.

No campo da dramaturgia infantil, tivemos uma representante de peso: Maria Clara Machado. Ela não só soube falar diretamente para a criança, como conseguiu, através de suas peças, expressar o universo infantil. "A criança guarda hoje as mesmas características das crianças de quarenta anos atrás: o medo de crescer e o medo do outro", já dizia. Foi pioneira nesse sentido e foi a partir de sua obra que as peças infantis foram qualificadas como textos teatrais de valor dramático. Escreveu mais de 30 de autoria própria e adaptações de clássicos infantis.


Sua estréia foi em 1953, com o texto "O Boi e o Burro a caminho de Belém", mas foi em 1955, com "PLUFT, o fantasminha" que ficou conhecida do grande público. Além fazer sucesso em todo o mundo, Pluft é até hoje constantemente encenada por grupos de teatro amador e profissional, e é uma peça pela qual ela guarda um carinho especial. "O engraçado é que as mães teimam em me apresentar às crianças como a mãe do Pluft. E elas me olham, com os olhos arregalados, espantadíssimas", declara rindo. Pluft ganhou uma adaptação para a TV na década de 70, em preto-e-branco, onde contracenavam Zilka Salaberry, a mãe do Pluft, e Dirce Migliaccio, o fantasminha que morria de medo de gente. E em 80, ganhou uma versão para LP, tendo no papel título a atriz Louise Cardoso.

Dentre outros grandes êxitos estão: A Bruxinha Que Era Boa (1954) e O Cavalinho Azul (1959), que chegou ao cinema na década de 80 pelas mãos do diretor Eduardo Escorel.

"Não sei definir meu trabalho, eu crio a partir do zero, é vocação, nasci para fazer isso, as teorias ficam para os críticos. Um poeta não escreve assim por causa daquilo. Somos intuitivos, é uma questão de momento"

No Brasil, ganhou os prêmios mais importantes do teatro e da literatura nacionais: o "Saci"; o "Mambembe" e o "Machado de Assis". Suas obras foram premiadas internacionalmente e traduzidas para diversos idiomas. Nos 50 anos do tablado, ela recebeu duas homenagens: em abril de 200, ganhou um prêmio Shell de teatro por sua contribuição às artes cênicas como dramaturga e professora e teve suas peças homenageadas nos cartões telefônicos da Telemar.

 

O TABLADO

Além de autora, Maria Clara Machado ficou famosa também como diretora e formadora de novos talentos em sua escola de teatro "O Tablado", no Rio de Janeiro. Por lá passaram vários nome que hoje são consagrados e que passaram a chamá-la de "mestra".

Fundado em 195, inicialmente ele foi uma companhia de teatro amador que usava para seus ensaios um prédio da Lagoa, cedido quase de graça pela instituição beneficente Patronato da Gávea. Mais tarde, se transformou num grande centro de formação de atores. O fato do espaço não ser profissionalizado foi de certa forma uma resistência. Talvez fosse um dos fatos que fizessem dele um "ambiente familiar", fazendo-o vir a completar 50 anos de existência. "Fiquei para titia e tenho muitos sobrinhos, incluindo meus antigos e novos alunos". Segundo a pesquisadora Cláudia Arruda, "O Tablado" foi a companhia que ajudou a modernizar o teatro no Rio de Janeiro.

 

BIOGRAFIA

Nascida em Belo Horizonte (MG), em 1921. Segunda de cinco irmãs, todas Marias, foi criada no bairro carioca de Ipanema, num ambiente de artistas e intelectuais como Bandeira, Drummond, Pagu, Oswald de Andrade e Di Cavalcanti, que eram amigos de seu pai, o escritor Aníbal Machado. Não poderia ela ter um destino comum. Começou então na carreira artística com um teatro de bonecos, contando com a ajuda da poeta Cecília Meireles, que a ensinou como manipulá-los.

Recebe em 1950 uma bolsa do governo francês e, aos 19 anos, vai estudar teatro em Paris. Voltou com várias idéias de textos na cabeça. Em 51, montou com mais dez amigos o Tablado, companhia que revolucionou o teatro infantil e formou dezenas de atores e atrizes.

A partir de 1953, começou a escrever para o teatro infantil, o qual a projetou para o Brasil e para o mundo. Em 2001, com 80 anos completos, ela nos deixou, vitima de câncer, deixando uma extensa obra no campo da dramaturgia infantil, que ficará viva por muito tempo.

Livros editados:

100 Jogos Dramáticos
A Coruja Sofia

Como Fazer Teatrinho de Bonecos

Exercícios de Palco

 

Coleção Teatro

Teatro I
Pluft, o Fantasminha; A Bruxinha que Era Boa; O Rapto das Cebolinhas; O Chapeuzinho Vermelho; O Boi e o Burro no Caminho de Belém.

Prêmios "Saci", de melhor autor nacional; "Molière"; "Golfinho de Ouro"; "Mambembe"; "Machado de Assis", da Academia Brasileira de Letras.

Teatro II
A Volta do Camaleão Alface; Camaleão na Lua; O Embarque de Noé; O Cavalinho Azul.

Prêmios "Saci", de melhor autor nacional; "Molière"; "Golfinho de Ouro"; "Mambembe"; "Machado de Assis", da Academia Brasileira de Letras.


Teatro III
A Menina e o Vento; Maroquinhas Fru-Fru; A Gata Borralheira;Maria Minhoca.

Prêmios "Saci", de melhor autor nacional; "Molière"; "Golfinho de Ouro"; "Mambembe"; "Machado de Assis", da Academia Brasileira de Letras.


Teatro IV

O Diamante do Grão-Mogol; Aprendiz de Feiticeiro; Tribobó City; O Gato de Botas.

Prêmios "Saci", de melhor autor nacional; "Molière"; "Golfinho de Ouro"; "Mambembe"; "Machado de Assis", da Academia Brasileira de Letras.


Teatro V

Os Cigarras e os Formigas; Camaleão e as Batatas Mágicas;Quem Matou o Leão?; O Patinho Feio.

Prêmios "Saci", de melhor autor nacional; "Molière"; "Golfinho de Ouro"; "Mambembe"; "Machado de Assis", da Academia Brasileira de Letras.


Teatro VI

João e Maria; Um Tango Argentino; O Dragão Verde; A Coruja Sofia; A Bela Adormecida.

Prêmios "Saci", de melhor autor nacional; "Molière"; "Golfinho de Ouro"; "Mambembe"; "Machado de Assis", da Academia Brasileira de Letras.

 

 

maria clara machado, tablado, teatro

sábado 08 setembro 2007 10:20 , em GRANDES NOMES




1 Fan

Nenhum comentário BIOGRAFIA-Maria Clara Machado



Seu comentário :

(Opcional)

(Opcional)

error

Importante: comentários racistas, insultas, etc. são proibidos nesse site.Caso um usuário preste queixa, usaremos o seu endereço IP (184.73.52.98) para se identificar     


Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para ulyssesdorego

Precisa estar conectado para adicionar ulyssesdorego para os seus amigos

 
Criar um blog